Quarta-feira, 12 de Janeiro de 2005

Chaves Antiga - Jardim das Freiras

FREIRAS1.JPG

Vamos lá recordar.

Esta é mais uma imagem que já faz parte da história de Chaves. Este jardim já foi, hoje este espaço está em obras...vamos esperar pelos resultados quando a obra estiver pronta, mas pela certa que nunca atingirá o auge das Freiras, quando nos anos 70 e 80 era ponto obrigatório de passagem e de estar e onde as noites de verão mostravam o encanto de se viver em Chaves, quando milhares, repito MILHARES, de pessoas gastavam a sua calçadinha às voltas, noite dentro, do seu jardim.

Das duas, uma, ou são saudades das antigas freiras ou estou a ficar velho. Fico-me pela primeira.

A foto aqui publicada faz parte de uma colecção de 12 postais de côr sépia cuja edição foi da "Casa Geraldes" que acho que presentemente está esgotada. A título de curiosidade, comecei a comprar esta colecção aí por volta de 1973, na ainda existente "Casa de S.João" quando comecei a estudar no liceu e, demorei perto de 3 anos a completar a colecção. Não porque fosse difícil, então, encontrar os postais à venda, mas porque a ia comprando com o que ia poupando da minha escassa mesada.

FR

publicado por Fer.Ribeiro às 02:22
link do post | comentar | favorito
|
5 comentários:
De Rui Leonardo a 13 de Janeiro de 2005 às 13:58
Com esta conversa toda, deves querer mamar alguma coisa, certinho!, mas, inda stou à espera do "bico" que prometestes que me fazias.
HiHiHIHi..........


De Rui Leonardo a 13 de Janeiro de 2005 às 12:55
A malta da aldeia, realmente, é boa malta, malta de trabalho, gente séria que honra a palavra dada. O pior são os hibrídos (nascidos na aldeia, criados na cidade), esses, herdaram o pior dos dois mundos e, como tal, trabalho: vou ali e já venho ,a palavra dada, que afira dela o padre da freguesia.


De Francisco Melo a 13 de Janeiro de 2005 às 01:57
O nosso amigo Rui só se lembra da vadiagem.
Nesse tempo a malta das aldeias vergava a mola com enchadas cb3 espanholas e à noite queria era descansar pois no dia seguinte tinha que "bolir" novamente.
Agora a malandragem urbana tem nostalgia da boémia mas se continuam na malandragem do faz que faz, a que se deve tal nostalgia. será que agora não são ainda maia malandos? Ou será que agora como trazem notas na algibeira já só vão em coisas finas e debeixo de bom telhado?


De Rui Leonardo a 12 de Janeiro de 2005 às 21:22
As "taças" das freiras, se as "taças" falassem !...
Lembrais-vos, de quando se "batizavam" os caloiros do liceu nas "taças"?.
Lembrais-vos, de quando o "tortomilo", o "roldão", o "cubano" e outros, lavavam a facha precisamente nas "taças".
Estou-me a lembrar agora e parece que a sentir, aquele arzinho das primeiras noites de primavera em que já nos sentávamos nos bancos de cimento das freiras a olhar para as "taças" e para o gadinho roncante, que já começava a ensaiar as primeiras "voltas" da temporada ao "O" das freiras.
...da-se, que até se me dá a volta ao bandulho.
Beijinhos


De humberto serra a 12 de Janeiro de 2005 às 09:24
Pois é ,tambem tenho esse postal,mas não sei aonde,esse e outros,é tal colecçao em sépia,vou tentar aqui em Lisboa nalgum alfarrabista tentar encontrar alguma coisa.Nesta imagem pode-se ver ao fundo o"SPORT" antigo,que,senão me falha a memória passou para o lado em 1965/66,mais ou menos.Era precisamente onde está agora um loja de confecções(do Sr.Abreu).


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Junho 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


.links

.arquivos

. Junho 2006

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

.favoritos

. Abobeleira em três imagen...

. Solar da família Montalvã...

blogs SAPO

.subscrever feeds