Sexta-feira, 25 de Março de 2005

Chaves - Jardim Público - Cândido Sotto Mayor

CANDIDO.BL.JPG

Temos falado nestes últimos tempos (tanto neste blog como no blog do Beto) do Jardim Público. Já se falou também de Cândido Sotto Mayor, que doou o espaço e o jardim à cidade. Na ausência de uma fotografia do Homem (a quem os flavienses agradecem o espaço, eu pelo menos) deixo aqui uma foto do seu busto, implantado do mesmo Jardim Público, embora não no local original.

publicado por Fer.Ribeiro às 02:01
link do post | comentar | favorito
|
4 comentários:
De humberto serra a 26 de Março de 2005 às 14:46
Há uns anos em Lisboa, conheci uma "velhota", muito charmosa e bonita, de seu nome Iolanda Sotto Mayor, neta do dito cujo.


De Bravo a 26 de Março de 2005 às 13:00
Cândido Sotomaior era efectivamente de Lebução onde nasceu,a 26.10.1852 e faleceu em Lisboa, em 29.10.1935.
Começou a trabalhar aos 13 anos, como empregado de balcão. Foi, cinco anos depois, para o Brasil, para a casa Sottomaior que era de seus tios. Pelas suas qualidades de trabalho, tornou-se sócio e veio a abrir em Lisboa uma casa comercial bancária com esse nome. Em 1927 estava à janela de sua casa, em Lisboa, e focou cego por ter sido atingido por uma bala perdida durante os conflitos revolucionários então frequentes.Em Lisboa chegou a construir um bairro para operários pobres com o nome de sua filha Cândida. O edifício da filial de Chaves, no largo do arrabalde, era das melhores construções po exigência sua.
Este transmontano tem sido esquecido quer na sua terra quer a nível nacional.
Ver:Dicionário dos mais ilustres Transmontanos e Alto Durienses, por Barroso da Fonte. Guimarães 1998, pg. 587.


De cb a 25 de Março de 2005 às 23:54
Ainda em relação a este Senhor nunca os flavienses lhe estarão verdadeiramente gratos...
tambem eu passei momentos unicos pelo seu jardim.
Aonde quer que ele esteja o meu obrigado em nome não só de mim como tambem de gerações que deram o primeiro beijo (e não só :]) naquele Jardim.

É preciso ter um coração unico e uma alma iluminada para querer partilhar aquele "canto de encanto"


De Jorge Alves a 25 de Março de 2005 às 21:10
Consta que Cândido Sotto Mayor era de Lebução, e que na escritura de doação do Jardim Publico teria ficado que os naturais de Lebução estariam isentos de pagar para entrar no Jardim, podem confirmar?


Comentar post

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 54 seguidores

.pesquisar

 

.Junho 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


.links

.posts recentes

. Este Blog já não mora aqu...

. Rua do Sol (sem sol)

. Jardim de Infância de Cha...

. Chaves, 8 de Julho

. Anoitecer em Chaves

. Chaves, uma cidade de pro...

. Chaves (re)desenhada - Po...

. Chaves (Re)desenhada

. Chaves - Rua Direita

. Escola Dr. Júlio Martins ...

. Forte de S.Neutel

. Chaves - As Torres

. Nadir Afonso

. Chaves Colorida

. Chaves - Piscinas da Quin...

. Chaves - Auto Viação do T...

. Chaves - Praça da Repúbli...

. Chaves- Vista Parcial (do...

. 9 meses de inverno, 3 de ...

. Chaves - Ponte Romana

.arquivos

. Junho 2006

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

.links

SAPO Blogs

.subscrever feeds