Sexta-feira, 25 de Março de 2005

Chaves - Jardim Público - Cândido Sotto Mayor

CANDIDO.BL.JPG

Temos falado nestes últimos tempos (tanto neste blog como no blog do Beto) do Jardim Público. Já se falou também de Cândido Sotto Mayor, que doou o espaço e o jardim à cidade. Na ausência de uma fotografia do Homem (a quem os flavienses agradecem o espaço, eu pelo menos) deixo aqui uma foto do seu busto, implantado do mesmo Jardim Público, embora não no local original.

publicado por Fer.Ribeiro às 02:01
link do post | comentar | favorito
|
4 comentários:
De humberto serra a 26 de Março de 2005 às 14:46
Há uns anos em Lisboa, conheci uma "velhota", muito charmosa e bonita, de seu nome Iolanda Sotto Mayor, neta do dito cujo.


De Bravo a 26 de Março de 2005 às 13:00
Cândido Sotomaior era efectivamente de Lebução onde nasceu,a 26.10.1852 e faleceu em Lisboa, em 29.10.1935.
Começou a trabalhar aos 13 anos, como empregado de balcão. Foi, cinco anos depois, para o Brasil, para a casa Sottomaior que era de seus tios. Pelas suas qualidades de trabalho, tornou-se sócio e veio a abrir em Lisboa uma casa comercial bancária com esse nome. Em 1927 estava à janela de sua casa, em Lisboa, e focou cego por ter sido atingido por uma bala perdida durante os conflitos revolucionários então frequentes.Em Lisboa chegou a construir um bairro para operários pobres com o nome de sua filha Cândida. O edifício da filial de Chaves, no largo do arrabalde, era das melhores construções po exigência sua.
Este transmontano tem sido esquecido quer na sua terra quer a nível nacional.
Ver:Dicionário dos mais ilustres Transmontanos e Alto Durienses, por Barroso da Fonte. Guimarães 1998, pg. 587.


De cb a 25 de Março de 2005 às 23:54
Ainda em relação a este Senhor nunca os flavienses lhe estarão verdadeiramente gratos...
tambem eu passei momentos unicos pelo seu jardim.
Aonde quer que ele esteja o meu obrigado em nome não só de mim como tambem de gerações que deram o primeiro beijo (e não só :]) naquele Jardim.

É preciso ter um coração unico e uma alma iluminada para querer partilhar aquele "canto de encanto"


De Jorge Alves a 25 de Março de 2005 às 21:10
Consta que Cândido Sotto Mayor era de Lebução, e que na escritura de doação do Jardim Publico teria ficado que os naturais de Lebução estariam isentos de pagar para entrar no Jardim, podem confirmar?


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Junho 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


.links

.arquivos

. Junho 2006

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

.favoritos

. Abobeleira em três imagen...

. Solar da família Montalvã...

blogs SAPO

.subscrever feeds