Sexta-feira, 22 de Abril de 2005

Chaves - Arredores

117c-bl.JPG

Há dias passava profissionalmente por este local e este pequeno recanto chamou-me a atenção e fez-me parar. Felizmente tenho a "mania" de carregar a máquina fotográfica sempre comigo e, como é lógico, não poderia deixar de registar este recanto. Fica a umas centenas de metros do centro da cidade e além do encanto do lugar nada mais sei, nem da história da fonte nem das gentes do sítio. Sei que as pessoas são simpáticas e vive-se um ambiente de bairro típico ou de aldeia, com visinhos que são visinhos e cães, gatos e galinhas como parte integrante da comunidade que por lá vive ou que por cá vive nesta grande aldeia de Chaves.

publicado por Fer.Ribeiro às 02:35
link do post | comentar | favorito
|
7 comentários:
De FR a 24 de Abril de 2005 às 22:49
Não é por acaso, é mesmo em Casas dos Montes.


De humberto serra a 24 de Abril de 2005 às 10:04
Por acaso, isto não é nas Casas-dos-Montes?


De marlene a 22 de Abril de 2005 às 17:58
Estas imagens estão mesmo porreiras.
Continue


De humberto serra a 22 de Abril de 2005 às 11:53
A senhora que apanhava malhas à porta do meu prédio, era a Dona Glória. O Malano é que lá morava, e a senhora que casou com ele, penso que se chama Mª do Céu, que é tia do Helder do Quiosque do Arrabalde.


De francisco Rodrigues a 22 de Abril de 2005 às 11:07
Ó Beto ainda te lembras da senhora que apanhava malhas na entrada do teu prédio? Sabes que a festa do casamento do Malano foi nesse prédio? Não me lembro se era ele que lá morava ou a senhora que casou com ele.


De humberto serra a 22 de Abril de 2005 às 09:48
Por acaso tambem estou curioso de saber aonde é este local, mas não vejo nenhum ponto de referência para me orientar.


De FR a 22 de Abril de 2005 às 02:45
Propositadamente não digo qual é o local. Isto é para os Flavienses ausentes e também residentes terem o prazer de lá chegar recorrendo à observação e memória.

Agora e para os críticos do blog, quando digo no post - "esta grande aldeia de Chaves", não é no sentido de a minimizar, mas antes o contrário, de a elevar no que tem de seu melhor: - a visinhança, a amizade, a hospitalidade e onde toda a gente ainda tem o prazer de conhecer toda a gente (nem que seja só de vista, mas conhecemos!). e viva Chaves!


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Junho 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


.links

.arquivos

. Junho 2006

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

.favoritos

. Abobeleira em três imagen...

. Solar da família Montalvã...

blogs SAPO

.subscrever feeds