Quarta-feira, 4 de Maio de 2005

Travessa do Loureiro II

loureiro2.JPG
A propósito de uma foto publicada no Blog do Beto, prometi ao mesmo, publicar aqui as gravuras que tenho sobre o local.

Travessa do Loureiro é uma das travessas mais curiosas e misteriosas da cidade de Chaves. Traseiras dos edifícios da rua pricipal da cidade é uma travessa sobria de armazéns (das lojas da Rua de Stº António) onde raramente se ve uma pessoa que seja. Há uns anos atrás ainda éra mais ou menos circulada quando a saída do Jorge era feita à direita, mas com tanto s e zig-zag que era feita, raramente os caminhantes se lembravam de lá ter passado.

Arquitectonicamente falando (se é que o termo está correcto) a traseira dos edifícios é, para mim, bem mais interessante que as fachadas principais dos mesmos edifícios, sem retirar o interesse a estas mesmos. Vale-a-pena olhar para esta travessa com atenção.

publicado por Fer.Ribeiro às 02:02
link do post | comentar | favorito
|
4 comentários:
De humberto serra a 6 de Maio de 2005 às 11:35
Ainda a propósito desta travessa: quem se recorda de uma senhora que vendia castanhas (entrando pelo lado do "Jorge"), portanto ainda na rua Sto António, alguem se recorda?


De Francisco Rodrigues a 4 de Maio de 2005 às 11:14
Para se passar nesta travessa era uma questão de "coragem" naquela altura só ao alcance dos miudos mais corajosos (Os pés delcalços). E sabem qual era uma das causas?
Porque o Jorge tinha uma retrete no quintal, onde as pessoas jogavam (cartas, dominó, etc) que era feita de madeira. Não tinha agua e a porcaria acumulava-se (era um autentico nojo). Alem de ser um cheiro nauseabundo era também um ninho de ratazanas (autenticos leirancos) de quem até os gatos tinham medo. E só os pés delcalços iam para lá para as matar esta era uma das razões. Ao fundo desta travessa esquina com a rua do faustino era a zona dos cesteiros.


De humberto serra a 4 de Maio de 2005 às 10:30
O que se torna interessante(quanto a mim) nas traseiras destes edifícios, são as chaminés as laterais em telha, e as claraboias ornamentadas com um indicador da direcção do vento.


De humberto serra a 4 de Maio de 2005 às 09:03
Quando olhei para a dita foto pela primeira vez, parecia-me aquela rua ao lado da Igreja Matriz, por isso, no meu post, estava mesmo a perguntar, porque não sabia. A minha mãe chamava a esta travessa " a surreira" ( de surrro), porque, até eu me recordo quando era garoto, era uma autentica lixeira. Quanto ao "Jorge", desde que saì de Chaves(1972), nunca mais lá entrei, lembro-me mal do seu interior.


Comentar post

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 54 seguidores

.pesquisar

 

.Junho 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


.links

.posts recentes

. Este Blog já não mora aqu...

. Rua do Sol (sem sol)

. Jardim de Infância de Cha...

. Chaves, 8 de Julho

. Anoitecer em Chaves

. Chaves, uma cidade de pro...

. Chaves (re)desenhada - Po...

. Chaves (Re)desenhada

. Chaves - Rua Direita

. Escola Dr. Júlio Martins ...

. Forte de S.Neutel

. Chaves - As Torres

. Nadir Afonso

. Chaves Colorida

. Chaves - Piscinas da Quin...

. Chaves - Auto Viação do T...

. Chaves - Praça da Repúbli...

. Chaves- Vista Parcial (do...

. 9 meses de inverno, 3 de ...

. Chaves - Ponte Romana

.arquivos

. Junho 2006

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

.links

SAPO Blogs

.subscrever feeds